Dia Mundial do Brincar

Tenho saudades de jogar à apanhada e, já agora, às escondidas, à macaca, ao elástico, ao lenço… andar de baloiço, de escorrega, saltar à corda…
Ontem, o meu filho, tocou-me e disse “estás tu”. Enquanto eu corria atrás dele, ele fugia rindo às gargalhadas. Que bem que soube.
Há poucos anos, numa festa de aniversário de um colega do meu filho do meio, pude dar asas à minha criança interior. O espaço era no meio da mata, com atividades ao ar livre como o arborismo, percursos pedestres, bancos e mesas em madeira para piqueniques, um salão para festas (com frigorífico e tudo), e uma enorme tenda de diversões insufláveis – um delírio. Ora, enquanto o puto estava na festa e brincadeira com os outros, eu e o mais novo, decidimos ir brincar também. A tenda, na altura, estava ainda vazia e claro que me deixaram andar com o menino (uma das poucas vantagens em se ter um filho “especial”).
Sapatos fora e lá fomos nós! A música rock, em alto som, invadia o espaço e dava-me ainda mais alento para os labirintos coloridos. Rastejava, saltava, dava cambalhotas, subia, descia, escorregava… Quando acabámos parecia que tínhamos saído do ginásio – a suar, mas felizes! Nem sabem o bem que me fez e a felicidade que o André teve por poder partilhar com a mãe aquelas diversões todas. Apesar, que não sei ainda quem se divertiu mais.
Devíamos poder fazer isso sempre. Restaurar as brincadeiras de infância, de vez em quando, e libertar essa energia tão boa e saudável.

Publicado por Sara Carvalho

Chamo-me Sara Carvalho. Sou mãe de três filhos lindos. São a minha grande paixão e inspiração para tentar ser cada dia melhor. Curiosa de raíz, apaixonada pela vida, pela natureza, por música, dança, letras e não só. Adoro artes: ler e escrever - sobre os mistérios da vida, as emoções humanas, Deus, fantasia, suspense, espiritualidade, poesia; musicais; cinema; espetáculos; concertos; teatro; bailado; exposições; fotografia; viajar e ... sonhar com um futuro melhor. Também sou instrutora de Pilates, desde 2006. Um sonho que se transformou num objetivo? Escrever um livro. Consegui! 777 é o seu título. É uma obra de fantasia com muita realidade à mistura. Também gosto de números e enigmas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: