Gratidão

Sou eternamente grataPor tantos anjos que me protegemDivinos seres aladosQue sem se verem estão alertasTanta gente que é atraída a mimPurpurinas de mil coresChegam sem sabermos como Sou infinitamente grataPor todos aqueles com quemnão quero mais lidarSerem afastados de mimSem muitas vezes saber comoSem precisar nada fazerApenas ter esse sentimento OrarConfiarEsperarE como por magiaCom unsContinue a ler “Gratidão”

Tantos rostosperdidos na multidãoTantas rugasque marcam vidasTantas históriaspor contarTantas doresocultasCasos naufragadosSonhos desmaiadosLembranças idasSaudades aguerridasConterrâneos esquecidosSinais de um tempo que se foiSulcos das sementeirasque a tempestade levouRaízes arrancadasEscaras abertasAo vento deixadas a secarCorpos mutilados por dentroSentimentos enroladosem novelos de lã escondidosAmores desabotoadosVítimas de um mundo perdido

Sozinha em casa? (Parte I)

A noite espalhada no alcatrão refletia o sentimento que lhe consumia o peito. Passava pouco da uma da manhã. O prédio da frente espreitava por entre as cortinas do quarto. Parecia sussurrar-lhe algo, apesar do silêncio desmedido. As janelas escuras, sem estores, afiguravam olhos encovados atentos à vida que, naquele momento, era nula. Pareceu-lhe verContinue a ler “Sozinha em casa? (Parte I)”

777

O meu livro já está disponível na banca da editora Cordel D’ Prata (B23) – Feira do Livro de Lisboa, apesar do lançamento oficial ser no dia 4 setembro às 20:20 no auditório poente (topo do parque). Espero lá por vocês! Deixo-vos com um poema adequado ao sentimento: Compro os sonhos que a infância roubouNãoContinue a ler “777”

Gosto

Gosto de provocarSensaçõesEspantoReações Levantar a moralEspicaçarCriarPôr a imaginaçãoa trabalhar Ir para alémdos limitesFurar expectativasRasgar as certezasabsolutasArcaicasDemagogasDestapar a dúvidaSoltar o improvável Viajarnas asas de um condornas presas de um elefanteno dorso de uma panteraSaltarda montanha para o marNadar com os golfinhosCheirar os coraisDançar com as algase com os peixes casarGosto.Gostode escrever a sonhar