Será, não será…

Gente das minhas redes Não se preocupem comigo Nem sempre aquilo que lêem Aconteceu-me ou é um perigo Escrevo frequentemente O que vejo, oiço, leio e imagino Nem sempre sobre mim, mas muitas vezes sobre ti Qualquer escritor sabe As linhas são metáforas, hipérboles, filosofia, psicologia, poesia, divagação, inspiração e muita imaginação Por vezes, sãoContinue a ler “Será, não será…”

Fechou abruptamente as grades, premiu o botão, virou-se, agarrou-a e encostou-a à parede do elevador. As mãos firmes subiam pelas coxas, ancas, cintura, costelas e lateral do peito, onde se demoraram. O vestido sentiu-se enxovalhado. O coração cavalgou disparado. Seguiram caminho pelos braços, elevados acima do carrapito despenteado, onde lhe prendeu as mãos nas suas.Continue a ler

Ela voava só Anjo puro planava Via o mundo inteiro Amor infinito espalhava Atiravam-lhe pedras Tentavam derrubá-la Como se nada a atingisse Incansável continuava Desviava-se e deixava Que o mal ficasse em terra Não queria magoar ninguém Podia fazê-lo Tinha poder para tal Mas a sua essência Era feita do melhor material À prova deContinue a ler

Finjo acreditar e permito-me embalar na tua conversa meiga. Vais-me conduzindo na tua Harley. Deixo a brisa entreter-se com os meus cabelos. Sorrio. Gosto de ver até onde vai a imaginação e a persuasão humana. De vez em quando, concordo que os meus braços te envolvam. Sei que te faz sentir homem. Paramos para umContinue a ler

Mentiras escancaradas Em processos obsoletos Leis feitas por alfaiates Antecedendo os esqueletos Daqueles que ficam De mãos atadas a ver Incrédulos com tanta impunidade De tantos amigos corromper Riem, comemoram Sem vergonha de atiçar Orgulhosos de si E de uma nação inteira enganar Continuem a roubar Que nós pagamos Mas cuidado a semear O ZéContinue a ler

O cheiro a café abraçava o espaço e fazia-a despertar com um sorriso. Espreguiçava-se sentindo aquele aroma caseiro que tanto adorava. Precisava daquele líquido como se de um vício se tratasse. A mãe sabia e fazia questão de lhe preparar o néctar com todo o amor. Isso tornava-o diferente dos outros. Aqueles grãos eram iguaisContinue a ler

Não sei de onde vem Esta difusa insatisfação Nem sempre presente Mas que me deixa ausente De mim, de ti Do que tenho Do que quero E tenho tanto Quero mais Mais o quê? Nem sei Já tenho tudo Quer estar e quero ir Mergulhar e voar Apregoar e calar Estagnar e fluir Quero oContinue a ler