Sobre mim

Sejam bem-vindos!

Chamo-me Sara Barreiros Carvalho.

Nasci em Lisboa, dois meses antes da Revolução. Mãe de três filhos, um deles com Síndrome de Down. São os meus grandes amores e inspiração para tentar ser, cada dia, melhor.

Já exerci várias profissões, sendo a última a que mais me apaixonou – Instrutora de Pilates e Personal Trainer. Durante quatorze anos dediquei, grande parte da minha vida profissional, ao melhoramento físico e mental através do exercício, com base principal no método de Joseph Pilates. Adorei ajudar várias pessoas a melhorarem a sua condição corporal como um todo e, consequentemente, a sua qualidade de vida.

O interesse pelo corpo e pelo movimento vem desde cedo, quando iniciei ballet aos seis anos de idade. Seguiu-se a dança contemporânea, a natação, a aeróbica e o step; acabando por tirar em 1996-1998 uma formação profissional nessa área. Fui instrutora de fitness, durante alguns anos, em horário pós-laboral. Posteriormente, enveredei a tempo inteiro como instrutora de aulas de grupo de Pilates e treinos personalizados em ginásio e ao domicílio.

Com o confinamento e o acumular de algumas lesões mal tratadas decidi, em junho de 2020, deixar essa área e dedicar-me, em part-time, a outra profissão que me permite maior disponibilidade para acompanhar os meus filhos e escrever – outra das minhas grandes paixões.

Sou uma completa desconhecida e leiga nessa matéria mas, à semelhança de muita gente, tinha o sonho de escrever um livro.

Apaixonada por eles, essencialmente policiais e thrillers, leio desde sempre.

O gosto e o interesse pela escrita começaram a surgir já na vida adulta. Como achava que não tinha vocação ia escrevendo apenas para mim, em papéis que acabavam perdidos por aqui e acolá.

Há quase quatro anos decidi participar num concurso nacional de escrita criativa (CNEC-34ª edição) para perceber se tinha, ou não, algum jeito para a coisa.

Foram dez textos, um por semana, sobre um tema que nos era dado. Adorei participar. Cada novo desafio trazia-me novas e irrequietas borboletas ao estômago. No final, a melhor pontuação foi 438 pontos e a pior 40. Eu tive 401. Aí percebi que, se calhar, até tinha alguma habilidade para misturar palavras.

Assim, o sonho começou a adensar-se.

Decidi fazer uma formação online com o escritor Pedro Chagas Freitas. Foi ótimo.

Sinto, no entanto, que tenho muito mais para aprender e evoluir mas, depois de ter conseguido escrever o meu primeiro livro, decidi começar a partilhar esta paixão e libertá-la para a luz.

Escrevo porque adoro, porque me sai de forma natural e necessária, e porque me dá imenso prazer.

Sonhadora por natureza, acredito no Bem Universal, na verdade e bondade que residem dentro de cada ser humano. Curiosa nata, gosto de explorar mundos, mentes, sensações, culturas e comportamentos.

Louca, também, por viagens, dança, música, cinema, espiritualidade, desenvolvimento pessoal, comida, vinho tinto e caminhadas na natureza.

Adoro a Deus, os meus três filhos, o meu amor, a minha família e os meus amigos. Sem eles nada faria sentido.

Além do blog e das páginas no Facebook e Instagram, com o nome Cenas d’Escritas, que iniciei em outubro de 2020, escrevo também para a revista online Helicayenne Magazine Portugal e para o jornal A Voz de Paço de Arcos. Tenho dois poemas publicados em duas antologias, da Chiado Editora. Sou também uma das administradoras do grupo de poesia Alma de poeta, alma inquietA, no Facebook.

Em breve, o meu livro – 777 – será lançado, pela Editora Cordel D’ Prata.

Por aqui vou partilhando coisas que escrevo, interesses, sentimentos, sonhos e imaginação – adoro contar e inventar histórias.

Fiquem comigo e partilhem a vossa opinião. Gosto de ler-vos.

%d bloggers like this: