Deixa-me olhar

Deixa-me olharE perceber se os teus olhos mentemDeixa-me perguntarE ouvir da tua boca a verdadePreciso de saberSe gostas de mim nas noitesQue eu passo sem ti Devia bastar-me dizeres que simMas quando te vais fico assimInsegura e tristePenso que não vais voltarNoutros braços irás te perderE noutro colo adormecer Por isso peço-teNão vásFicaBeija-meAbraça-meE fiquemos assimApaixonadosContinue a ler “Deixa-me olhar”