Se os pensamentos afetam a frequência da água, imagina o que fazem ao teu corpo. Sendo que o nosso corpo é constituído maioritariamente por água, assim como o planeta, então devemos prestar atenção aos nossos pensamentos e sentimentos. Masaru Emoto, um pesquisador e cientista japonês, fez várias experiências em que submetia a água a diferentesContinue a ler

Já não serve? Muda.

O tempo passa, como a água de um rio que flui em direção ao mar. Quando desagua já não é a mesma, nem volta a passar nos mesmos lugares. Com o avançar da idade e da vida, nós também vamos mudando e as experiências e os lugares por onde passamos não se repetem, mas alteram-nos.Continue a ler “Já não serve? Muda.”

O beijo

Deixa-me encostar os meus lábios aos teusSentir a maciez polposaO sabor de uma bocadoce como figos de melVermelha rosada enfeitiça-meNela os meus olhos fixam-seNada oiço do que dizesDisperso-me do contextoSinto-me a desligarSou embalada na dançadas palavras que se tornam melodia hipnotizanteO desejo cresceProvoca-meágua na bocaO mundo paraO coração exigeApenasQueroPrecisoBeijar-te

Salto de flor em florQual bailarina borboletaSalpicando as pontas rosaCom brilho douradoO pólen espalha-seChega-me ao narizFaz-me comichãoE rebento em gargalhadasÉ que este pó é mágicoDeixa felizes todos os que lhe tocamO sol aquece-me as asasE sinto a energia a crescerOiço a música dos rouxinóisDão-me alento para seguirVoo e salto para dentro de uma papoilaAo aterrarContinue a ler

Inocência

No fim de semana passado, enquanto almoçava numa mesa só de adultos, os meus filhos faziam o mesmo numa só de crianças.No final, quando a maioria dos miúdos já se tinha levantado e ido brincar (porque era uma quinta) o meu filho mais novo continuou agarrado ao telemóvel. Via bonecos. Normalmente, os outros miúdos nãoContinue a ler “Inocência”