Menina

Ainda ontem brincava com bonecasAinda ontem os olhos brilhavam e as faces coravamAinda ontem a inocência reinava Ainda há pouco descobria o corpoAinda há pouco sonhava com o beijoAinda há pouco me entregava Tempo que passaVoa para longeOnde foste tão célereque te perdi?Onde estás pequena menina?CrescesteViraste mulherOs anos vieramNem deste por eles Ainda ontem eraContinue a ler “Menina”